Acusado de matar ex-mulher diz está arrependido e matou por ciúmes

Eu estava depressivo, por isso cometi esse crime. No momento, eu me arrependi. Eu peço desculpas à família dela, que me deu muito apoio, mas eu acabei fazendo essa besteira. E para meus pais também que é muito sofrimento também para eles. Muito arrependimento”, em entrevista a ìmprensa, Vinicius de Oliveira Silva, 21 anos, acusado de estrangular a ex-companheira Mara Rúbia Oliveira Freitas, em uma residência localizada na rua Vasco da Gama, bairro Jardim Cruzeiro, na manhã de ontem  (17), afirmou que se arrependeu de ter cometido o crime. De acordo com o acusado, estava depressivo.
“Eu estava depressivo, por isso cometi esse crime. No momento, eu me arrependi. Eu peço desculpas à família dela, que me deu muito apoio, mas eu acabei fazendo essa besteira. E para meus pais também que é muito sofrimento também para eles. Muito arrependimento”, disse. Segundo o jovem, o casal estava separado há cerca de dois meses, depois de ter descoberto uma traição da mulher. Apesar de judicialmente não poder se aproximar da vítima, o homem contou que o casal se via frequentemente. “Quando estava aqui em Feira, ela me ligava e a gente se encontrava”, contou Vinicius.
O homem também contou detalhes do crime: “Eu estrangulei ela primeiro, por volta das 9h. Depois cortei meus pulsos e deitei sobre ela. Eu permaneci na casa porque não conseguia sair, perdi muito sangue, estava tonto. Fiquei lá até a polícia chegar, por volta das 15h”. A faca usada foi encontrada ao lado dos corpos.

Mara Rúbia, natural de Riachão do Jacuípe, mudou-se para Feira de Santana, após a separação. Já Vinicius residia em Serra Preta.

O crime


Na manhã de ontem  (17), Vinicius saiu da casa de uma tia, em Feira, informando que ia ao psiquiatra. À tarde, a família desconfiou do sumiço dos dois e solicitou que a PM fosse até a casa de Rúbia, onde encontrou os dois. Sendo que, Rubia estava morta e ele caído por cima dela com corte no pulso.

Fonte: Policia é viola.

Postagens mais visitadas deste blog

Tio mata sobrinho a pauladas após discussão

Polícia prende suspeita de envolvimento na morte de empresário da Telexfree

Recurso ao TJBA objetiva bloquear R$ 11 milhões do Município de Serra Preta, ativo financeiro é oriundo da União em pagamento de precatório e não consta no orçamento municipal de 2016